Obesidade infantil

Obesidade infantil

O que causa a obesidade nas crianças, além da má alimentação?

Um dos pontos principais atuais para o alto índice de obesidade infantil é o sedentarismo. Por uma série de fatores (tecnologia, violência urbana), as crianças têm ficado cada vez mais restritas em casa. As brincadeiras de antigamente, como amarelinha, pique- esconde e queimada, foram substituídas por horas e horas a frente de um computador ou de um videogame.

Pais obesos tendem a ter filhos obesos?

Sim. Neste aspecto, temos tanto o fator genético (passaria com os genes) como o fator ambiental (em uma casa que tem batata frita constantemente, fica difícil pedir que a criança coma chuchu).

O comportamento inadequado dos pais poderia ser um fator de piora para obesidade nos filhos?

O comportamento das crianças é reflexo dos hábitos dos pais. Como exigir que uma criança tenha uma alimentação saudável se os próprios pais servem em casa frituras e gorduras?

A publicidade é parceira da obesidade. Como evitar essa disputa com as crianças?

Existem algumas medidas que os pais podem fazer para evitar que a criança crie um mecanismo de "ganho e recompensa" com a comida. Por exemplo, evitar promessas como "se você tirar boa nota, vou lhe levar para comer aquele lanche que você adora".

Qual a quantidade e quais os exercícios mais recomendados para diminuir a "fome psicológica" da criança?

Para as crianças e adolescentes indica-se muitos exercícios lúdicos e interativos, como futebol, vôlei, natação, entre outros. A partir do momento que a criança passa a interagir mais, não só estamos criando uma situação de "perda calórica", mas também ajudando na parte interativa e, muitas vezes, ajudando a diminuir quadro de ansiedade, comum nos episódios compulsivos.

E as crianças que comem compulsivamente, como evitar que isso ocorra? Devemos procurar apenas uma nutricionista, ou um psicólogo também ajudaria nisso?

Sem dúvida alguma, uma equipe multiprofissional formada por endocrinologista, nutricionista e psicólogo seria o ideal para dar suporte às crianças que apresentam compulsão. Temos visto um número muito grande de crianças e adolescentes com alto grau de ansiedade e que, assim como os adultos, utilizam a comida como válvula de escape.

Tema(s) relacionado(s):